domingo, 16 de junho de 2013

Oração

► Introdução:

Nesta manhã rezemos o Amor em treze etapas, para uma conversão das nossas atitudes através da meditação da Palavra de Deus. Paulo não pretende qualificar o Amor nem explicar-nos o que é ou
deixa de ser; mas diz-nos aquilo que o Amor faz ou não faz.

► Cântico:

SE EU NÃO TIVER AMOR, (3x)
Nada sou, nada sou, ó Senhor.
Se eu não tiver Amor, (3x)
Nada sou, nada sou, ó Senhor,
Porque Tu és Amor.

► Leitura: 1Cor.13,4-8.

► Ressonância:

1. O Amor é paciente. “Por favor irmãos: corrigi os que nada fazem, encorajai os tímidos, sustentai os fracos e sede pacientes com todos”. (1Tes. 5,14)

T – Liberta-nos, Senhor de toda a presunção; dá-nos humildade de coração e capacidade para aceitar os outros como eles são.

2. O Amor é prestável. “Quem de vós quiser ser grande, deve tornar-se vosso servidor e quem de vós quiser ser o primeiro, deverá tornar-se o servo de todos” (Mc 10,43)

T – Senhor, Tu que nos chamas para servir, liberta-nos da sombra do poder e do orgulho e dá-nos esse coração universal capaz de oferecer proximidade a todos os necessitados

3. O Amor não é invejoso. “Rejeitai qualquer maldade, toda a mentira, todas as formas de hipocrisia e inveja e toda a maledicência: Como crianças recém nascidas, desejai o leite puro da Palavra” (1Ped 2,1-2)

 T – Senhor, pedimos-te que nos faças apreciar o que há de belo e de bom na vida dos que nos cercam, para disso nos regozijarmos.

4. O Amor não se vangloria. “Nossa Senhora, conservava todos estes factos e meditava sobre eles no Seu coração” (Lc.2,19)

T - Senhor, a exemplo de Maria, dá-nos esta graça da meditação, do silêncio, da humildade e da oração.

► Cântico:  Se eu não …

5. O Amor não é orgulhoso. “Revesti-vos de humildade no relacionamento mútuo, porque Deus resiste aos soberbos, mas dá a graça aos humildes” (1Ped.5,5; Tg.4,6)

T – Senhor, faz com que eu reconheça os meus erros quando firo os outros com a minha arrogância e que me revista de humildade.

6. O Amor nada faz de inconveniente. “Peço que vos comporteis  de modo digno da vocação que recebestes. Mantende entre vós laços de paz, para conservar a unidade do Espírito Santo”. (Ef.4,1)

T – Senhor, concede-nos a graça da delicadeza, da amabilidade, do respeito pelo valor inalienável das pessoas.

7. O Amor não procura o seu próprio interesse. “Que cada um procure, não o próprio interesse, mas o interesse dos outros.
         (Fl.2,4).

T – Senhor, ensina-nos a estar atentos a todos aqueles que nos rodeiam, para que os amemos com um espírito de serviço.

8. O Amor não se irrita.  “Irmãos, se alguém for surpreendido em alguma falta, vós que sois espirituais, admoestai com mansidão”. (Gal.6,1)

T – Senhor, dá-nos a graça de um amor pleno de mansidão e de misericórdia para com todos.

► Cântico:  Se eu não…

9. O Amor não guarda rancor. “Suportai-vos una aos outros e perdoai-vos mutuamente, sempre que tiverdes queixa contra alguém”. (Cl.3,12-13)

T – Senhor, concede-nos, este espírito de misericórdia que, em todas as situações, é favorável ao próximo.

10. O Amor não se alegra com a injustiça. “Pelo contrário, oferecei-vos a Deus como pessoas vivas; e oferecei os membros como instrumento da justiça para Deus”. (Rom.6,10..)

T – Senhor, liberta-nos de toda a cumplicidade com a injustiça e da duplicidade de coração.

11. O Amor alegra-se com a Verdade. “Irmãos, ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, nobre, justo, puro, amável, honroso, virtuoso. (Fl. 4,8)

T – Senhor, que sejamos verdadeiras testemunhas da verdade que é Jesus, e que a nossa oração seja inundada com o dom da Sua luz.

► Cântico:

R/ Todo o Amor vem de Deus, vem de Deus
      E aquele ama nasceu do Senhor                                                                                                                      
      Quem não ama não conhece a Deus
      Porque Deus é amor, é amor (2x)

12.- O Amor tudo perdoa, tudo crê. “Conservai entre vós um grande amor. Porque o Amor cobre uma multidão de pecados”. (1Ped. 4,8)

T – Senhor, pedimo-lo para a nossa família, comunidade, grupo de trabalho, para nós próprios.

13. -O Amor tudo espera, tudo suporta. “A esperança não engana, pois o Amor de Deus foi derramado nos nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado”. (Rom. 5,5)

T – Senhor, faz com que o teu Espírito realize em nós a superabundância da dádiva, a firmeza do Amor, que tudo espera e tudo suporta com alegria.

► Cântico:

R / Deus é Amor, Deus é a Luz, Deus nosso Pai

► Pai Nosso

P – Que o Espírito Santo possa gravar em nós, pouco a pouco, os traços do Amor que nos tornarão parecidos com Jesus e, cada um de nós seja uma carta escrita que todos possam ler.

► Cântico:

R / Tudo posso (3x)
      em Cristo que me dá força (2x)

1-Por Jesus Cristo meu Senhor
 desprezei tudo como nada,
 a fim de em Cristo ser achado
 pela fé que vem de Deus

Sem comentários: