sábado, 27 de abril de 2013

Salmo de Ação de Garças


Graças Te dou, Senhor, porque és bom,
porque é constante e eterno o teu amor para comigo.

Graças Te dou, Senhor, Deus de tudo, que intervéns em toda a minha vida,
porque é constante e eterno o teu amor para comigo.

Tu fazes grandes maravilhas: a potência do Universo, o mistério de todo o homem,
porque é constante e eterno o teu amor para com todos e também para comigo.

Tiraste-me da escravidão com o vigor do teu braço e o poder da tua mão, como "tira da aflição" aquele que é bom amigo,
porque é constante e eterno o teu amor para comigo.

 Quando já não tinha força, abriste-me o caminho,
"passei" e fui salvo por Ti, e desde a experiência do Antigo Egipto
senti, mais uma vez na minha vida,
que é constante e eterno o teu amor para comigo.

Levas-me ao deserto mas vens comigo,
tiras-me e guias-me ao teu estilo,
fazendo brotar aquilo que em mim,
Tu puseste escondido e que eu desconhecia,
tiraste do meu íntimo "poderes escondidos",
quebraste as minhas cadeias e vieste comigo
e eu sagazmente descobria
que é constante e eterno o teu amor para comigo.

Deste-me parte da tua herança,
a necessidade de encontro,
forte sensibilidade,
capacidade interior,
ânsias de lutar e às vezes sentir insatisfação...
Quando eu o experimento, recordo e vivo
que é constante e eterno o teu amor para comigo.

Senhor, Tu dás-me o pão,
o pão que necessito, o pão que me dá vida
e ainda que me canse ... VIVO!
[adaptação do Salmo 135]

Sem comentários: