domingo, 7 de abril de 2013

Páscoa - A Dúvida


8ª Estação - A Dúvida

Leitura - Do Evangelho segundo S. João (20, 24-29)

Tomé, um dos doze apóstolos, a quem chamavam Gémeo, não estava com eles quando Jesus lhes apareceu. Os outros discípulos contaram-lhe:
- Vimos o Senhor!
Mas Tomé respondeu-lhes:
- Se eu não via a ferida dos pregos nas suas mãos e não meter o meu dedo no lugar dos pregos e a minha mão na ferida do peito, não acredito.
Uma semana mais tarde, os discípulos estavam de novo reunidos em casa, e Tomé encontrava-se com eles. Apesar das portas estarem fechadas, Jesus entrou, pôs-se no meio deles e exclamou:
- A paz esteja convosco!
A seguir disse a Tomé:
- Põe aqui o teu dedo e vê as minhas mãos. Estende a tua mão e mete-a no meu peito. Não sejas descrente! Acredita!
E Tomé Respondeu:
-Meu Senhor e meu Deus!
Jesus Disse-lhe:
- Acreditas agora por que me vistes? Felizes os que acreditam sem terem visto.

Comentário

Quando os colegas de Tomé lhe dizem que viram Jesus vivo, Tomé diz que são tudo historias. Quer provas. Quer ver com os seus olhos e tocar com as suas mãos. E Jesus, pacientemente, vem ter com ele. Não chegou a tocar-lhe; fez imediatamente uma profissão de fé.
Também hoje há quem duvide da existência de Jesus vivo. Outros são indiferentes ao cristianismo. mas Jesus vivo continua, apesar disso, no meio de nós, convidando as pessoas a aceitarem a sua proposta.
Nós não pedimos para ver e tocar. Aceitamos o desafio da fé, vivendo segundo Jesus Cristo, mesmo sem ver. E felizes os que acreditam hoje, mesmo sem terem visto como o viram os apóstolos.

Oração

Senhor, que nos momentos de dúvidas de fé encontremos sempre a luz que procuramos.

Sem comentários: